Henrique Cury representa o Brasil em congresso na Colômbia

Membro atuante do Qualindoor, Departamento Nacional de Qualidade do Ar Interno da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA) e diretor da EcoQuest do Brasil, o especialista em qualidade do ar indoor, Henrique Cury participou do 5º Congresso Internacional de Climatização e Refrigeração Comercial e Industrial, dias 28, 29 e 30 de agosto, em Barranquilla, na Colômbia. Cury ministrou palestra intitulada “Novas tecnologias para a qualidade do ar interior”.

O evento foi organizado pela ACAIRE – Asociación Colombiana de Acondicionamiento Del Aire Y De La Refrigeración – associação colombiana similar à ABRAVA, e integrou a 18ª edição do ExpoACAIRE. Na pauta, assuntos diversos relacionados ao setor como “Melhores práticas globais em filtragem de ar sob os padrões NAFA”; “Internet das coisas aplicada à eficiência de equipes de climatização e refrigeração”, “Avaliação em tempo real da qualidade do ar em interiores”, entre outros temas.

Como o próprio nome diz, a palestra de Henrique Cury abordou as novas soluções criadas para melhorar a qualidade do ar interno em edifícios comerciais, residenciais, indústrias, hotéis, etc. “O mercado oferta um portfólio amplo de soluções para higienização e descontaminação dos sistemas de ar condicionado. Uma dessas tecnologias é conhecida pela sigla IUVG (Irradiação Ultravioleta Germicida) aplicada na serpentina do aparelho, descontaminando por meio da eliminação do biofilme”, explica.

Na foto, Cury está ao lado de especialistas em qualidade do ar indoor de outros países. Da esquerda para a direita vemos Paulino Pastor (Espanha), Juan Arcondo (Paraguai), Elsa Yannes (México), Henrique Cury, Giovanni Barletta (Presidente da Acaire), Manuel Gameiro (Portugal) e Roberto D’Annestra (Colômbia).

Antes deste congresso na Colômbia, Cury já havia participado de outros eventos internacionais. No início do ano, durante a AHR Expo Atlanta, nos Estados Unidos, o especialista brasileiro foi um dos redatores da nova norma de qualidade do ar em ambientes internos, adotada por países ibero-americanos. Em maio, no Chile, também integrou o grupo que deu início à criação de uma norma mais eficiente sobre qualidade do ar em hospitais.