Bahia conta com especialistas em soluções para o tratamento do ar ambiente

As soluções utilizadas pela EcoQuest do Brasil e a Silux são as únicas patenteada pela Nasa e têm sua eficiência validada pelo IPT no tratamento do ar do interno, promovendo redução de energia, além da saúde e do bem-estar dos ocupantes

 

 A poluição e a preocupação com a qualidade do ar é um problema cada vez mais comum. Diante desse cenário, a EcoQuest do Brasil e Silux, unidade de negócios para serviços de descontaminação de interiores, chegam à Bahia com soluções customizadas e tecnologias ecoeficientes para o tratamento do ar interno e a remoção de poeira, fungos, bactérias, alérgenos e vírus.

As soluções da EcoQuest são inovadoras no país, patenteadas pela NASA e com eficiência validada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). A tecnologia de Ionização Radio Catalítica (IRC) é diferente do que o mercado brasileiro apresenta hoje em termos de tratamento de ar. São tecnologias ativas, que emitem oxidantes naturais e ecológicos no ar. Esses oxidantes ecológicos e naturais, baseados no oxigênio e no hidrogênio, são capazes de destruir potentes poluentes químicos, microbiológicos e gasosos, que trazem risco para a saúde humana.

A tecnologia ativa não atua como filtros, que aguardam as impurezas passarem por eles. E, além de serem ecológicas, promovem economia de energia, pela necessidade menor de renovação do ar interno dos ambientes. Segundo Henrique Cury, diretor da EcoQuest do Brasil, 60% do consumo de energia de uma edificação vem dos sistemas de ar-condicionado. “Com as nossas tecnologias, podemos reduzir em ate 40% a conta de ar-condicionado. Portanto, podemos chegar a uma redução de aproximadamente 20 a 25 % da conta de energia de um edifício se usarmos as tecnologias de descontaminação e de monitoramento dos parâmetros da qualidade do ar”, afirma o executivo.

O Brasil está entre os 10 maiores mercados mundiais do segmento ar condicionado e a região Nordeste é responsável por 19% desse mercado. Apesar de todos os benefícios que essa tecnologia oferece, as doenças que são contraídas por falta de limpeza e de manutenção são muito comuns.

Cury afirma que as soluções utilizadas pela empresa buscam aliar a eficácia da descontaminação à sustentabilidade. Dessa forma, a empresa, que faz parte atuante do Qualindoor, Departamento Nacional de Qualidade do Ar Interno da ABRAVA, e está conectada às inovações que agreguem produtividade à eficiência de energia e redução de desperdício. “Estudos mostram a importância direta do bem-estar dos ocupantes das edificações com relação à produtividade no trabalho ou nos estudos, o que faz com que a atenção à qualidade do ar interno das edificações seja um ponto de importante, que vai além da prevenção de doenças”, explica o executivo.

Segundo ele, este ano, a expectativa é de chegar a 20% de crescimento nos negócios. “Mesmo com a crise, a empresa vem crescendo em média 30% nos últimos anos, devido à conscientização do mercado sobre o uso de tecnologias sustentáveis para melhorar a qualidade do ar. Chegar a mais uma um estado é prova desse crescimento, queremos levar eficiência e bem-estar para todo pais”, completa Cury.

A EcoQuest do Brasil atua desde 2006 na medição e tratamento do ar nos ambientes e busca o pioneirismo no mercado brasileiro, trabalhando com soluções ecológicas, que promovem a saúde e o bem-estar, aliados à competitividade. Localizada em São Paulo conta também com representantes credenciados nos em outros estados brasileiros, atuando em hospitais, laboratórios, indústrias farmacêuticas, indústrias alimentícias, restaurantes, bancos, escritórios, shoppings centers, hotéis, escolas, academias e até mesmo residências.

Aplicações:


1Uma das aplicações das tecnologias da EcoQuest do Brasil é em construções ou reformas. A poeira e os contaminantes gerados nesses ambientes podem comprometer a saúde dos trabalhadores e das pessoas que convivem nas obras e em seu entorno. A empresa oferece soluções capazes de promover a captação e decantação dessas partículas, garantindo um ambiente saudável. Uma delas é o IM 200 é um equipamento portátil, que reduz a poeira e outros materiais particulados que ficam em suspensão no ambiente de uma obra. Desenvolvido para o uso em construções, em galpões de papel e celulose e no manejo de grãos, o equipamento tem alcance de até 200 m2 de área.

Shoppings, restaurantes e hotéis, por exemplo, são edificações que precisam estar atentas aos odores, à fumaça, seja da cozinha ou mesmo de áreas para fumantes, além da qualidade do ar desses ambientes. Para solucionar esse tipo de problema, a EcoQuest e a Silux dimensionam a área e a contaminação para determinarem qual a tecnologia mais adequada em cada ambiente.

2A Linha PA, também com a tecnologia de Ionização Radio Catalítica (IRC), conta com três versões PA 150, para ambientes até 200 m2, PA 25, para ambiente até 35 m2, ambos com ajuste do nível de purificação e controle de velocidade do ventilador e o iOx 250, que reduz odores, fumaça visível e as populações microbianas do ar e superfícies, comumente encontrados no ambiente comercial ou industrial. São equipamentos portáteis e de fácil locomoção. Podem ser utilizados em residências, espaços comerciais, escritórios, salas de aula, bares, restaurantes e outros. O resultado é a saúde e o bem-estar dos ocupantes.

3

 Já nas edificações comerciais, como escritórios, por exemplo, a qualidade do ar interno interfere na saúde de quem frequenta esses ambientes. Estudos apontam as pessoas passam 90% do tempo em ambientes internos e que melhorias nesses ambientes, tais a qualidade do ar, iluminação, entre outras, podem gerar aumentos de 8% a 11% na produtividade dos habitantes. Isso sem falar nos gastos das empresas com a ausência de colaboradores por motivos de saúde.

Muitos edifícios herméticos usam sistemas de HVAC (Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado), que permitem a renovação parcial do ar, que podem gerar umidade, contaminação e prejuízos à qualidade do ar interior. Além de resolver esses problemas, as soluções desenvolvidas pela empresa para os ambientes corporativos, sejam preventivas ou corretivas, geram melhorias na qualidade do ar, trazem redução no consumo de energia e geram pontuação no caso de certificações como a LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), em eficiência energética.

O tratamento da serpentina do ar condicionado é essencial para a saúde dos ambientes e para a economia de energia obtida quando o equipamento funciona melhor. A solução que garante a descontaminação dos aparelhos de ar condicionado é a Irradiação Ultravioleta Germicida (IUVG), que elimina os germes por meio de uma luz UV instalada na serpentina.

 

SERVIÇO:

Ecoquest/Silux Bahia  e Marco Souto Consultoria

Representante: Marco Souto

Contato: (71)3242-4485 / 98878-0017

macsouto@terra.com.br

Agende uma visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>