Grupo Ecoquest destaque Revista ABRAVA

Fotocatálise reduz a contaminação microbiológica em ambiente hospitalar

 

Redução de 79% das bactérias e 42% de fungos foi o resultado da mediação da qualidade do ar após o uso da tecnologia

 

Durante dois meses, medições da qualidade do ar foram realizadas em um dos centros cirúrgicos do Hospital de Samambaia-DF, como resultado foi obtida a redução de 79% das bactérias e 42% de fungos presentes no ar. O objetivo foi de validar a eficiência do processo da fotocatálise na diminuição da contaminação microbiológica em ambientes hospitalares. Os resultados demonstraram que após a instalação da tecnologia houve a diminuição média de 60% da concentração de microrganismo no ambiente avaliado. O estudo foi realizado em três fases, entre os meses de julho e agosto, pelas empresas Air System Engenharia, Ecoquest e Conforlab.

 

Segundo o eng.º Ricardo Gibral, diretor da Air System, idealizador do projeto, o objetivo é a constatação da eficiência da tecnologia de fotocatálise em um caso real, e nada melhor do que um Centro Cirúrgico de um hospital público para se avaliar essa tecnologia.

 

 

O Resultado

 

O objetivo do acordo de cooperação técnica firmado entre as empresas realizadoras do projeto com o Hospital de Samambaia foi de verificar a qualidade do ar interno em uma sala cirúrgica, antes e depois de processo de tratamento do ar através da fotocatálise. O ambiente medido tem de cerca de 40 m², onde o sistema utilizado é de expansão direta com equipamento do tipo split dutado. O estudo teve como referência normas internacional e da Anvisa.

 

O projeto aconteceu em três fases: como ponto de partida, na primeira semana de julho, foram colhidas as primeiras amostras, sendo repetidas nas três semanas seguintes; a segunda fase foi a instalação dos equipamentos de fotocatálise e a coleta de amostras após 1 hora, 12 horas e 24 horas após a instalação do equipamento, e a terceira e última fase do estudo foi a análise das amostras coletadas.

 

O protocolo de medições microbiológicas foi desenvolvido pela Conforlab e contou com ensaios no ar com base na RE 09 além de bactérias e em superfícies através de placas Rodac.

As amostras colhidas foram enviadas e analisadas em seu laboratório central. Os procedimentos de coletas e laboratórios seguiram a norma de qualidade ISO 17.025 (Procedimentos Laboratoriais na área da saúde).

Para avaliação microbiológica da qualidade do ar, a Conforlab utilizou o equipamento MERCK MAS-100, de vazão de 100 l/min. O objetivo desse equipamento é captar o ar ambiente até a placa de Petri pelo período de 10 minutos para cada amostra. Foram utilizadas placas de Petri para amostragem de fungos e bactérias. Na avaliação microbiológica das superfícies foram utilizadas placas do tipo Rodac, para pesquisa de fungos e bactérias.

De acordo com o engenheiro Leonardo Cozac da Conforlab, “Os resultados surpreenderam principalmente pela rapidez na redução microbiológica. A fotocatálise pode ser uma importante ferramenta para se adicionar no controle do ar de hospitais, além das práticas tradicionais existentes nas normas brasileiras”.

 

 

 

Estas conclusões encerram a primeira etapa do projeto. Mas, por opção das empresas realizadoras, para que o acordo seja continuado e o monitoramento na sala cirúrgica do Hospital Samambaia seja contínuo, os equipamentos utilizados no processo foram doados pela empresa Ecoquest, o trabalho de análise voluntariado da Conforlab e a consultoria da Air System foram mantidos, dando garantia que novas medições serão feitas com o objetivo de garantir a redução da contaminação microbiológica no ambiente hospitalar.

 

A tecnologia e o processo

 

  • Fotocatálise – processo em que através de uma reação química entre uma luz de intensidade UV e uma liga de metais nobres se produz hidroperóxido (H2O2) em forma de plasma, potente descontaminante natural já utilizado na esterilização de equipamentos cirúrgicos em sua forma líquida.

 

As células fotocatalíticas foram inseridas no sistema de ar-condicionado central do hospital para descontaminação do sistema de dutos, do ar ambiente. O produto instalado responsável pelo processo é o Induct 2000 com tecnologia RCI (Ionização Rádio Catalítica), cedido pela empresa parceira do projeto Ecoquest.

 

 

 

De acordo com o eng.º Henrique Cury, da Ecoquest, “As condições encontradas do sistema de ar-condicionado e principalmente da área externa de captação eram bastante hostis. O sistema não apresentava manutenção adequada e a área de captação contava com ambientes propícios ao crescimento microbiológico, principalmente fúngico. Os resultados vêm ao encontro do nível de eficiência do equipamento e com a capacidade de melhora significativa da qualidade do ar mesmo em ambientes sem as condições adequadas”.

 

Além das medições microbiológicas, parâmetros físico-químicos também foram avaliados e não se notou alterações significativas nas medições conforme o quadro abaixo:

 

 

 

As empresas participantes

 

Air System, Conforlab e Ecoquest são empresas associadas da Abrava – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação e Aquecimento –, e participam de Departamentos Nacionais cujo objetivo é fomentar novas tecnologias, normalização, regulamentação das profissões, entre outros. A Air System participa do Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores (DNPC), a Conforlab e a Ecoquest do Departamento de Qualidade do Ar de Interiores (Qualindoor).

 

Air System é uma empresa de consultoria e projetos, especializada em projetos de ar-condicionado, ventilação e exaustão mecânica no mercado há 21 anos com atuação em todo o território brasileiro.

 

Conforlab é uma empresa prestadora de serviços de engenharia ambiental, atuando no mercado desde 1990 e em todo o país. Realiza serviços de análise da qualidade do ar climatizado, tratamento químico de água, análise da água de consumo humano e industrial e avaliação de ambientes.

 

Ecoquest é a distribuidora oficial da ActivTek International, detentora da patente da tecnologia RCI ( Rádio Catalítica Ionizante) cujo princípio é a fotocatálise. Há 7 anos no mercado brasileiro, a empresa hoje oferece várias soluções integradas para o tratamento do ar em todas as suas etapas, da captação à extração, incluindo tratamento do ar durante a construção e antes da ocupação, além de um sistema de monitoramento de alta tecnologia dos parâmetros da qualidade do ar buscando eficiência energética.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>